domingo, setembro 30, 2007

Sub-17





FC PORTO 4 - 0 Espinho
" O F. C. Porto não teve dificuldades para levar de vencida o Sp. Espinho, por 4-0, um resultado que até poderia ser mais volumoso, tendo em conta as oportunidades desperdiçadas pelos locais. Os azuis e brancos, mais fortes física e tecnicamente, entraram bem no jogo e, logo aos 10 m, Pipo abriu o activo, num remate de fora da área em posição frontal. Seguiram-se várias tentativas de Claro, Caetano e Cardoso. Aos 19 m, Pipo isolou-se, mas não conseguiu contornar o guarda-redes, que desviou para fora. No canto, três jogadores portistas estiveram perto de marcar, mas os remates foram travados em cima da linha. Cinco minutos depois, Caetano não perdoou e dilatou a contagem. Aos 30m, foi a vez de Pedro levar a bola à barra, num lance em que ficaram dúvidas se a bola não teria chegado a entrar. Na segunda metade, os pupilos de José Guilherme continuaram a dominar. Aos 48 m, Claro, na recarga de um primeiro remate de Alex à figura de Cris, aumentou para 3-0. Ramon, Claro e Dias também dispuseram de alguma oportunidades, mas o guarda-redes estava atento. Aos 77 m, Pipo bisou, também num lance de insistência, após Amorim ter enviado a bola ao poste. Em cima do apito final, Zé Pedro cabeceou à barra. Boa arbitragem.

Jogo no Centro de treinos do Olival, em Gaia. Árbitro Paulo Rodrigues (Braga).
F.C. Porto: Rafael; Paulinho (David, 41), Ramon, Zé Pedro e Anjo; Sérgio Oliveira, Cardoso (Dias, 41) e Amorim; Pipo, Caetano (Alex, 41) e Claro. Treinador José Guilherme.
Espinho Cris; Ivan (Serginho, 41), Fábio, Cláudio e Lemos; Matco (Diogo, 57), Loureiro e Diogo; Passos, Vieira e Pedro (Diogo Rafael, 46).Ao intervalo 2-0. Marcadores Pipo (10 e 77), Caetano (24) e Claro (48)."
Susana Silva in JN

Sub-16



Naval 4 - 2 Padroense

PADROENSE F.C: G.R - MAIA, DEFESAS -REUSS-TIAGO BORGES-GABRIEL-XAVIER 55m, MÉDIOS -VOLUNTÁRIO cap-GRADISSIMO-EDUARDO, AVANÇADOS -TELMO 40m-ABEL 40m-TIAGO
BANCO DE SUPLENTES:JOÃO G.R -FILIPE -DIOGO -JOEL - RUIZINHO 40m -JOÃO ROSAS 55m - JOÃO COSTA 40m
MARCARAM PELO PADROENSE:RUIZINHO 1GRADISSIMO 1
(info colhida no site de strike, a quem agradeço)

Sub-15



Penafiel 4 - 1 FC PORTO

Penafiel: João; Capucho, Henrique, Cerqueira e Ari; Joel, Rafael (Ismael, 65) e Paulo; Diogo, Fernando e Damas (Sousa, 62). Treinador José Lito.

F. C. Porto: Ricardo; Zé Pedro, Tiago, André e Gil (Vasco, 56); Tozé, Catarino e André Caíres; Pedro Ribeiro (Ambrósio, 56), Sílvio e Hélio. Treinador José Brandão.

Ao intervalo 1-0. Jogo no Complexo Desportivo do Estádio Municipal 25 de Abril, em Penafiel. Árbitro Sérgio Jesus (Porto). Cartão amarelo: Cerqueira (26) e Sílvio (33 e 68). Cartão vermelho: Sílvio (68). Marcadores Paulo (5 e 47), Henrique (37 pb), Damas (45) e Ismael (66).

Vaz Ribeiro in JN

sábado, setembro 29, 2007

Sub-19


F.C. Porto 3 - 1 Sp. Espinho

Com Leonardo, Valter, André Pinto, Marlon, Carlos Santos, André André, Figueiredo, Joni, Tiago Cintra, Miguel Galeão e Marco Aurélio, os Dragões adiantaram-se no marcador logo aos oito minutos, por intermédio de André Pinto, central que se estreou nas convocatórias dos seniores a meio desta semana.
Os Campeões Nacionais ampliaram a vantagem ao minuto 22, através de um grande golo de Joni de fora da área, momento que viria a ser repetido já em cima do apito final (88 minutos), desta feita pelos pés de Marlon, numa altura em que já estavam em campo Tengarrinha, Graça e Mohamed.
in site oficial do FCPORTO

sexta-feira, setembro 28, 2007

Agenda

29
Futebol
FC Porto - Leça do Balio
Camp. Distrital (Sub-13)
CTFD PortoGaia
15:00
-
29
Futebol
FC Porto - Leixões
Camp. Distrital (Sub-13)
CTFD PortoGaia
17:00
-
29
Futebol
Rio Tinto - FC Porto
Camp. Distrital (Sub-13)
Rio Tinto
17:00
-
29
Futebol
FC Porto - SP Espinho
Camp. Nacional (Sub-19)
CTFD PortoGaia
17:00
-
30
Futebol
Canidelo - FC Porto
Camp. Distrital (Sub-14)
Avintes
11:00
-
30
Futebol
Naval - Padroense
Camp. Nacional (Sub-16)
Campo Treinos Est. Bento Pessoa
11:00
-
30
Futebol
Penafiel - FC Porto
Camp. Nacional (Sub-15)
Penafiel
11:00
-
30
Futebol
FC Porto - Sp. Espinho
Camp. Nacional (Sub-17)
CTFD PortoGaia
11:00
in site oficial do FC PORTO

quinta-feira, setembro 27, 2007

Sub-19



Merelinense 1 - 4 F.C. Porto

Campeonato Nacional de Juniores A Zona Norte.


A formação orientada por Patrick Greveraars foi sempre superior ao adversário e beneficiou dos momentos de inspiração de Elísio, André, Tiago Cintra e Mohamed, autores dos golos que garantiram o triunfo azul e branco.
Mohamed foi, de resto, a figura da partida, já que, para além do golo apontado, ainda defendeu uma grande penalidade adversária, quando foi chamado para substituir o guarda-redes Ruca, expulso por acumulação de cartões amarelos.
Com esta vitória, os Dragões mantêm a liderança do campeonato, partilhada com o Leixões, tendo no próximo sábado, dia 29, novo desafio, agora perante o Sp. Espinho, em encontro agendado para as 17 horas, no CTFD PortoGaia.
F.C. Porto : Ruca, Valter, Marlon, Tengarrinha, Maringá, André André, Jorge Chula, Graça, Tiago Cintra, Miguel Galeão e Elisio.Substituições: Carlos Santos por Marlon(80m) , Mohamed por Tiago Cintra(67m), Marco Aurélio por Jorge Chula(60m).Não utilizados: Leonardo, Seixas, Joni, Figueiredo
Golos: Elisio (8min), André (30min), Tiago Cintra (54min), Mohamed (68min)

in site oficial do FC PORTO

quarta-feira, setembro 26, 2007

Estágio Sub-17


A Selecção Nacional Sub-17 continua a preparação para a Ronda de Elite, entrando em estágio nos dias 2 e 3 de Outubro.
Portugal está integrado no Grupo 11 de apuramento para o Campeonato da Europa da categoria, que vai ser disputado na Turquia, e enfrentará na fase de qualificação a Estónia, a equipa anfitriã (21 de Outubro), Malta (23 de Outubro) e Inglaterra (26 de Outubro).
Convocados:
Académica: João Guerra e José Francisco;
Naval 1º Maio: César Jesus;
Boavista FC: Baptista;
FC Penafiel: João Carlos;
FC Porto: Alexandre Freitas, Paulinho, Pedro Branco, Ricardo Cardoso, Ricardo Dias e Rui Caetano;
SC Braga: Tiago Gomes;
SL Benfica: André Campos, Artur Lourenço, Fábio Pereira e Nelson Oliveira;
Sporting CP: Alex Zahavi, Cédric Soares, Januário, Luis Almeida, Mário Rui e Nuno Reis;
Vitória FC: João Santos;
Vitória SC: Claúdio Ramos, Nandinho e Rafael;

in site oficial da FPF

Sub-15 em estreia



A Selecção Nacional Sub-15 faz a sua estreia nos quadros da FPF com a realização do primeiro estágio de preparação e observação.
A decorrer de 1 a 3 de Outubro, desta primeira convocatória fazem parte 44 jogadores, que vão treinar nos relvados do Complexo Desportivo do Jamor.Refira-se que grande parte destes jogadores estiveram presentes na última edição do Torneio Lopes da Silva.
Académica: Luis Melo;
Boavista FC: Hugo Basto e Ricardo Silva;
CAD Entroncamento: Bernardo Martins, Diogo Nunes e José Pratas;
CD Amiense: Pedro Lista e Pedro Parreira;
CD Feirense: Paulo Gonçalves;
FC Porto: André Gomes, António Carvalho, Carlos Marques, Igor Rocha, Pedro Ribeiro, Ricardo Catarino e Tiago Ferreira;
GD Ribeirão: Tiago Gavina;
GD Tourizense: Diogo Almeida;
Nucleo Sp. Rio Maior: João Costa;
“O Elvas” CAD: Ruben Domingos;
SC Braga: João Maia e Vitor Mendes;
SC Leiria e Marrazes: Ricardo Silva;
SL Benfica: André Costa, Bruno Gaspar, Gonçalo Dias, João Santos, Pedro Almeida e Rui Silva;
Sporting CP: Afonso Figueiredo, Alberto Coelho, Hugo Airosa, João Eduardo, Mateus Fonseca, Rafael Veloso, Ricardo Esgaio e Rodolfo Simões;
Vitória FC: David Guerreiro, Francisco Fernandes, Nuno Pereira e Tiago Veríssimo;
Vitória SC: André Pereira, Luis Rocha e Rui Salgado
in site oficial da FPF

terça-feira, setembro 25, 2007

PEDIDO DE COLABORAÇÃO

Para poder ligar as caras aos nomes, preciso de fotos dos atletas (individuais ou em grupo).
Completem os planteis e os dados dos atletas.
p.f. ENVIEM para:
portoemformacao@gmail.com
FOTO
Nome:
Data de Nascimento:
Peso:
Altura:
Posição:
Clubes anteriores:



segunda-feira, setembro 24, 2007

O Comentário de afs

Comentário ao FC Porto 2 – Varzim 0 em juniores.

O FC Porto foi um justo vencedor? Sim. Porque teve mais posse de bola e mais e melhores oportunidades. O FC Porto jogou bem? Não. Não só, não jogou bem, como me desiludiu imenso.

Uma equipa de juniores do FC Porto com a estrutura que tem montada, e com a capacidade de recrutamento que diz ter, tem que ter muito melhor plantel, mais e melhores opções. Não serve de desculpa o facto de os juniores deste ano serem, na base, os juvenis do ano anterior que não conseguiram o apuramento para a fase final.

Volto a dizer, falta muita qualidade neste plantel. Tem bons jogadores? Sim. Tem jogadores de qualidade que não se enquadram neste esquema de jogo? Sim. Quando é que o Eridson vai jogar com este esquema? Nunca. O Tiago Cintra parece que finalmente pode jogar. A indecisão em relação ao seu empréstimo fez com a equipa dos juniores tivesse que recorrer ao plantel dos juvenis nas primeiras jornadas. Nesta equipa e neste momento faltam soluções para a frente e para as alas, falta um nº 10 com qualidade. No meio campo se o Graça ou o André têm uma constipaçãozita quero ver quem os substitui.

Para nós latinos, este esquema holandês, custa um pouco a “digerir”. Os laterais raramente sobem, como vemos por exemplo o Bosingwa a fazer. Porquê? Como um dos centrais sobe com frequência para o meio campo, os 2 laterais têm de fechar junto do central que fica, formando uma linha de 3 defesas. Por outro lado, com os 2 alas bem abertos e o nº 10 a aparecer como segundo avançado, formando uma linha de 4 avançados e ficam os 2 médios interiores com a responsabilidade de cobrir o descampado entre a linha avançada e a defesa. Estes médios têm que ter um determinado tipo de perfil, para poderem vingar neste esquema. Correm imenso sem bola, e estão proibidos de correr com ela. Simplicidade de processos, diagonais sem bola, e pressão imediata quando a equipa perde a posse de bola. São posições de absoluto sacrifico em prol do colectivo.
Este esquema exige alas absolutamente desequilibradores, que cruzem quando esticam o jogo até à linha ou causem o pânico com as suas diagonais em triangulação ou em desequilíbrios individuais. Para este tipo de movimentações serem letais exigem um PL rápido e oportuno e um nº 10 que seja capaz de tanto aparecer em zonas de finalização como de criar situações de golo com inteligência e criatividade. Se isto não funcionar este esquema simplesmente não funciona, consegue funcionar na fase de construção mas não se torna eficaz na fase da finalização.

Custa imenso fazer o comentário a um jogo destes. Falta de velocidade na troca de bola, muito pouca inspiração e sobretudo falta de alternativas. O jogo é sempre o mesmo, não há variações. Neste jogo, tanto na fase de construção como finalização não funcionaram.

Do Varzim gostei especialmente do nº 10, muito veloz e que ainda na primeira parte nos provocou alguns calafrios.

O FC Porto se não melhorar imenso na fase final vai ser um desastre.

Na defesa e meio campo a equipa está mais ou menos estabilizada. O problema são as alternativas (suplentes). E esta de em casa estar a ganhar por 1-0 e tirar um MiE (Graça) para meter um central é que eu não consigo perceber.

Do meio campo para a frente é que falta muita coisa. Compram um junior ao Guimarães (Rabiola) para o emprestar e ele não tem jogado. Não seria melhor faze-lo alinhar nesta equipa?

Neste jogo os menos maus foram o Graça e o André. Destaque para os cruzamentos do Marco que deram os 2 golos e para a entrada do Figas que mexeu um pouco com o jogo..

MVP: André.

afs

domingo, setembro 23, 2007

Sub-17 e Sub-16





Padroense 0 - 1 FC PORTO
golo: Cardoso 12'

FC PORTO: Rafael, Paulo Sérgio, Hugo, Zé Pedro, Pedro Branco, Ramon, Cardoso (Sérgio), Amorim, Filipe (Serginho), Caetano (Alex), Claro
Padroense:MAIA-XAVIER-TIAGO BORGES-GABRIEL-REUSS, EDUARDO-VOLUNTÁRIO cap-GRADISSIMO-TELMO 56m,ABEL 51m-TIAGO 64m
SUPLENTES:JOÃO g.r-FILIPE-ROSAS-DIOGO-RUIZINHO 51m-FLÁVIO 64m-JOÃO COSTA 56m
(equipa do Padroense no site de strike, e belas fotos)

Sub-15



FC PORTO 4 - 0 Abambres

A vitória do F. C. Porto nunca esteve em dúvida, foi só uma questão de tempo. Os azuis e brancos iniciaram a partida com um único pensamento marcar o mais cedo possível. Mas só o conseguiu à passagem dos 16m por intermédio de Catarino. Por sua vez, os transmontanos que se apresentaram muito bem no terreno, foram dificultando as tarefas ao adversário. Antes do intervalo, Júlio elevou a contagem. Na segunda parte o cariz do jogo não se alterou, o domínio pertencia aos locais que conseguiram fazer mais dois golos por André Teixeira e Lupeta.

Jogo no Centro de Estágio do Olival, em Gaia. Árbitro Ricardo Coimbra (Braga).

F. C. Porto: Ricardo; Zé Pedro, Tiago, André Teixeira e Gil; Tozé (Vasco, 36), Catarino, André Gomes (Novais, 54) e Ribeiro (Lupeta, 36); Júlio e Ricardo Barros (Fábio, 54). Treinador João Brandão.

Abambres: Carlitos; Filipe, André, Pedro e Rui Pires; Carlos Costa, Júlio (Marcelo, 32), Luis (Bruno, 36) e Mourão; Morais (Rui, 58) e Décio (Manuel, 65). Treinador Rui Carvalho.

Ao intervalo 2-0. Marcadores Catarino (16), Júlio (32), André Teixeira (55) e Lupeta (56).

Belmiro Barbosa in JN

sábado, setembro 22, 2007

Sub-19



FC PORTO 2 - 0 Varzim

Ruca, Valter, André Pinto, Tengarrinha, Maringá, André André, Jorge Chula (Figueiredo, 45), Graça (Marlon, 78), Mohamed (Tiago Cintra, 60), Joni e Marco Aurélio,

Joni (23), e Figueiredo ( 84) .

"Triunfo magro mas com justiça

Sem ter realizado uma exibição de encher o olho, os azuis e brancos jogaram o suficiente para alcançarem a vitória. O F. C. Porto iniciou a partida impondo um certo ascendente. Por sua vez, a equipa poveira optou por um futebol de contenção, com um meio-campo reforçado, foi anulando as investidas dos locais, e sempre que podiam cresciam no terreno. Com as alas portistas a serem solicitadas, chegaram ao primeiro golo por Joni a responder da melhor forma um cruzamento de Marco Aurélio. Esperava-se no segundo tempo um maior caudal ofensivo por parte dos locais, mas a vitória só foi confirmada aos 85m por Figueiredo. O Varzim a partir daqui entregou-se. Arbitragem sem reparos ."

Belmiro Barbosa in JN

sexta-feira, setembro 21, 2007

Agenda

Sub-19

6ª Jornada - 22-09-2007
FC Porto vs Varzim
CTFD PortoGaia
17:00

Sub-17 e Sub-16

5ª Jornada - 23-09-2007
Padroense vs FC Porto
Campo do Padroense
11:00

Sub-15

2ª Jornada - 23-09-2007
FC Porto vs Abambres
CTFD PortoGaia
11:00



dia 22
Futebol
Paços Ferreira - FC Porto (S10/9)
Jogo particular (Sub-11)
Paços de Ferreira
09:00
-
dia 22
Futebol
Paços Ferreira - FC Porto (S11)
Jogo particular (Sub-11)
Paços de Ferreira
09:00
-
dia 22
Futebol
Maia - FC Porto (S11)
Jogo particular (Sub-11)
Maia
09:00
-
dia 22
Futebol
Maia - FC Porto (S10/9)
Jogo particular (Sub-11)
Maia
10:00
-
dia 22
Futebol
FC Porto - Milheirós
Camp. Distrital (Sub-13)
CTFD PortoGaia
11:00
-
dia 22
Futebol
Boavista - FC Porto
Camp. Distrital (Sub-13)
Folgosa
17:00
-
dia 22
Futebol
Infesta - FC Porto
Camp. Distrital (Sub-13)
Arroteia
17:00
-
dia 23
Futebol
FC Porto - Infesta
Camp. Distrital (Sub-14)
CTFD PortoGaia
09:00
-
dia 23
Futebol
Rio Ave - FC Porto
Camp. Distrital (Sub-14)
Vila do Conde
10:00
-
dia 26
Futebol
Merelinen - FC Porto
Camp. Nacional (Sub-19)
Est. J. Soares Vieira
20:00
-
in site oficial do FC PORTO

A Escola

«Professor» Pedro Emanuel nas aulas portistas

Manhã concorrida no Externato D. Dinis, com visitantes ilustres, atenções mediáticas e uma forte componente azul e branca, com uma classe especialmente vestida com os tons do F.C. Porto e pronta a escutar os ensinamentos de Pedro Emanuel. O capitão compareceu numa das turmas de jovens jogadores dos Dragões e passou uma mensagem especial. O sonho do futebol é encantador, mas a formação académica não pode ser descurada. Em circunstância alguma.
A comitiva do F.C. Porto incluiu, para além de Pedro Emanuel, o director técnico da formação, Luís Castro, o staff do departamento pedagógico, José Maria Carvalho, Ângelo Santos, Nelson Araújo e Cláudia Fernandes, e o director de relações externas, Vítor Baia.
Uma vez recolhidos os autógrafos e fotografias, os jovens escutaram com atenção uma mensagem que, seguramente, já lhes repetiram vezes sem fim. «Quando somos novos, todos queremos ser jogadores de futebol», constatou Pedro Emanuel, momentaneamente na pele de professor, assumindo um discurso de pedagogo que todos escutaram com atenção. «Mas é bom não esquecer que temos de nos formar enquanto homens», prosseguiu, seguro de que os dois crescimentos devem seguir em paralelo.
O Externato D. Dinis, recorde-se, assinou um protocolo com o F.C. Porto que permite que cerca de 80 jovens jogadores, dos sub-19 aos sub-15, estudem na mesma instituição de ensino e conciliem as actividades académicas com os treinos das respectivas equipas.
in site oficial do FC PORTO

Convocatória treinos selecção distrital "sub-16"



F. C. PORTO (6)
– Rafael (GR), David Nuno, Hugo, João Amorim, Sérgio Oliveira, e Filipe Barros;
PADROENSE F.C. (5)
– Maia (GR), Costa, Gradíssimo, Voluntário, Tiago Silva;
in site oficial da AFP

quinta-feira, setembro 20, 2007

Sub-17


Portugal 1 - 0 Geórgia

terça-feira, setembro 18, 2007



PORTUGAL 1 - 2 Geórgia




Ficha do Jogo:
Jogo de carácter particular.
Estádio Municipal do Cartaxo.
Árbitro: João Capela.
Árbitros Assistentes: Gabinio Evaristo e Pedro Garcia.
4º Árbitro: André Gralha.
PORTUGAL: Ruben Luís, Tiago Gomes (Nandinho, 71'), Nuno Reis (cap.) (Filipe Paiva, 40'), João Carlos, Pedro Branco (Mário Rui, 61'); Ricardo Dias (Ricardo Cardoso, 71'), Cedric Soares (Rafael, 40'), Luís Almeida; Rui Caetano (Januário, 40'), Evandro (Nelson Oliveira, 40') e Alex Zahavi (Ruizinho, 61').
Suplentes não utilizados: Fábio Pereira.
Treinador: Carlos Dinis.
Golos: Nandinho(80'+2').
Disciplina: Nada a assinalar.
GEÓRGIA: Tornike Nioradze, Data Rigvava (cap.), Bakar Mirtskhulava, Tornike Kakushadze, Zviad Robakidze; Luka Guguchia (David Rapava, 70'), Giga Melikishvili (Nika Shonia, 32'), Jano Ananidze, George Gureshidze (Giorgi Gordeziani, 62'); Irakli Shequiladze e Lega Mumladze (Erekle Kachakhidze, 50').
Suplentes não utilizados: David Meparidze e Dimitri Pachkoria.
Treinador: Herbert Zanker.
Golos: Tornike Kakushadze (40'+5') e David Rapava (74').
Disciplina: Cartões amarelos exibidos a Tornike Nioradze (72') e Data Rigvava (80'+4').
in site oficial da FPF

segunda-feira, setembro 17, 2007

O Comentário de afs

Comentário FC Porto 3 – Pasteleira 0

Vitória clara e justa da melhor equipa durante os 80 minutos. O Pasteleira apresentou alguns jogadores que revelam boa técnica e muita vontade. Correram imenso na primeira parte e rebentaram na segunda.
A equipa portista mudou um pouco o seu esquema, em vez do habitual 4x3x3, jogou em 4x4x2 em losango, com a linha de 4 defesas – Paulinho, Zé Pedro, Hugo e Branco – um meio campo com 4 elementos, Ramon a pivot defensivo, Amorim a interior direito e Claro a interior esquerdo e Cardoso na posição 10. Na frente vingou a mobilidade do Sergio e Filipe.

1ª parte – A equipa praticou um futebol vistoso nos primeiros 40 minutos, com um futebol de passe curto e longo, com triangulações e mudanças de flanco. Com grande domínio e controlo de jogo, o Pasteleira preocupava-se em não deixar jogar e a pressionar logo no meio campo adversário. Os seus avançados correram imenso sem bola, facto que veio a revelar-se importante ao longo da 2ª parte. A defesa nunca foi submetida a grande trabalho, o meio campo e linha avançada conseguiam desequilíbrios, mas estavam a falhar no último terço do terreno, nomeadamente no último passe, pois ou sai errado, ou a recepção não corria bem, ou o cruzamento batia em alguém. O sinal mais foi sempre da equipa da casa com um ou outro lance de perigo mas sem grandes oportunidades. Neste período realce para o flanco esquerdo com Branco (muito activo ofensivamente) e Claro a incutirem muita dinâmica ao jogo ofensivo da equipa. O Cardoso apareceu no jogo a espaços, com a sua velocidade a criar desequilíbrios, embora sem resultados práticos. O intervalo chegou com o nulo no marcador.

2ª parte – Ao intervalo o Serginho deu lugar ao Alex, e este veio-se a revelar fundamental para o desfecho do encontro. O jogo continuou com o domínio da equipa da casa, mas com a resistência física do adversário a ceder com o decorrer dos minutos e logo aos 2 minutos Amorim aproveita uma sobra de um cruzamento do Claro para fazer o primeiro golo. A partir daqui foi quase um massacre. Jogadas de belo efeito sempre à procura do adversário, movimentos colectivos muito interessantes sempre com Alex e Claro a meterem muita velocidade no jogo, e foi Alex após alguns desequilíbrios individuais a ser derrubado em plena área, dando lugar à marcação de um penalty que o Ramon transformou no 2º golo, embora o redes adversário ainda tenha tocado na bola. O último golo nasce de uma arrancada espectacular do Ramon que ele próprio finaliza na cara do redes, fixando o placard em 3 a 0 com um golo de belo efeito. Até final houve mais 3 ou 4 perdidas escandalosas, sendo que o redes adversário tenha efectuado intervenções de grande valia, a ele devendo-se a “magreza” do resultado. O Pasteleira beneficiou de 2 livres indirectos dentro da área (um deles o juiz transforma uma falta a nosso favor num livre perigoso contra nós). O adversário pela bravura com que se apresentou merecia o golo de honra, e o resultado que melhor espelharia o que se passou no rectângulo de jogo seria para aí uns 5-1. A equipa acabou a jogar em 4x4x2: defesa - Paulinho, Zé Pedro, Hugo e Branco. Meio campo - Ramon (MD), Luis Paulo (MiD), Dias (MiE) e Amorim (MO). Avançados - Alex e Claro.

Pontos positivos:
1) a quantidade de soluções que a equipa possui do meio campo para a frente;
2) futebol positivo e agradável de se ver, com movimentos colectivos vistosos;
3) quantidade de oportunidades de golo criadas.

Pontos negativos:
1) alguma intranquilidade defensiva nas bolas paradas, nomeadamente nos cantos;
2) alguns golos feitos não concretizados.


Análise individual

Rafa– Teve muito pouco trabalho, sempre que foi chamado a intervir revelou concentração e segurança habituais.

Paulinho – Sólido e concentrado a defender, esteve algo retraído ofensivamente na 1º parte, soltando-se mais na 2ª com subidas à linha no apoio ao ataque.

Zé Pedro e Hugo – Estiveram ambos muito seguros e concentrados. Raramente foram sujeito a grande trabalho, e também raramente cometeram falhas. Destaque para o Hugo, muita eficácia e limpeza nos desarmes individuais.

Branco – Para mim um dos melhores do jogo, talvez pela consistência e regularidade ao longo de todo o jogo. Muito dificil de bater defensivamente e muito afoito no apoio ao ataque, com uma boa capacidade de drible no um para um. Revelou boa condição fisica.

Ramon – Vou nomea-lo como o MVP do jogo. Fez 2 golos e revelou-se importante ao varrer o miolo do terreno com eficácia, sem recorrer demasiado à falta. Foi igualmente importante nos processos de construção de jogo, pois muito jogo passou pelos seus pés e quase sempre sem falhas. Foi o melhor jogo que o vi fazer.

Amorim – Este jogador tem algo de especial, e gosto particularmente da sua forma de jogar. Aparece e desaparece do jogo com alguma facilidade, mas quando pega no jogo como o fez na 2ª parte na posição 10 o futebol da equipa ganha outra dimensão. Inteligente nas aberturas e a pensar o jogo. Faz-me lembrar o Lucho na forma de jogar, é algo lento mas faz jogar a equipa como poucos da sua idade.

Claro – Fico contente pois não tenho tido a sorte de o ver fazer bons jogos. Foi o jogo melhor conseguido que o vi fazer. Ele e o Branco formaram uma ala esquerda terrivelmente dinâmica. Deu sempre velocidade ao jogo quando teve a bola nos pés.

Cardoso – Jogou na posição 10 e nem sempre esteve esclarecido, mas tem classe de jogador. Quando embala é muito difícil de parar. Jogou e fez jogar, embora sempre que arrancou não tenha conseguido criar perigo. Deu lugar à estreia do Luis Paulo que se posicionou a MiD, passando o Amorim para a posição 10.

Serginho – Jogador de grande capacidade de explosão. Neste jogo nunca conseguiu utilizar a preceito a sua melhor arma. Revela alguma dificuldade em jogar ao primeiro toque. Deu lugar ao Alex.

Filipe – Estranhamente ausente do jogo. Raramente apareceu e não marcou o golo da praxe. Parece cansado fisicamente. Deu lugar ao Dias, posicionando-se a MiE e passando a jogar na frente o Claro e o Alex.

Alex – a sua entrada transformou completamente o jogo. Raramente o conseguiram travar, criou imensos desequilibrios, falhou algumas oportunidades, fez assistências para golo e ainda sofreu a grande penalidade. Merece jogar mais tempo.

Luis Paulo – entrou para MiD e jogou de forma muito esclarecida. Tudo o que fez, fez bem. Bem a defender e bem a atacar. Merece jogar mais tempo.

Dias – Entrou para MiE e ajudou na luta do meio campo, impondo o seu físico nas bolas divididas.

MVP – a minha escolha podia cair no Alex, Branco ou Ramon. Os 3 estiveram ligeiramente acima dos restantes. Escolho o Ramon pelos 2 golos, se bem que um deles de penalty.

afs

domingo, setembro 16, 2007

Sub-17



FC PORTO 3 - 0 Pasteleira

O F. C. Porto ganhou ao Pasteleira, por 3-0, numa partida que dominou. Os dragões desde cedo mostraram agressividade no ataque, remetendo o adversário para a defensiva. Claro foi o primeiro a levar perigo à baliza de Cavadas, mas Serginho, Cardoso, Ramon e Branco também desperdiçaram várias oportunidade. O Pasteleira não conseguiu construir nenhuma jogada de ataque na primeira parte, tendo apenas aproveitado erros de passe dos locais. No reatamento, os jovens portistas surgiram ainda mais determinados e, aos 43 m, Amorim fez o primeiro golo, após jogada pela esquerda de Claro. Os visitantes subiram no terreno e o jogo melhorou de qualidade. Mas seriam os portistas a fazer o 2-0, aos 52 m, por Ramon, de penálti, a castigar falta de João Pedro sobre Alex. No minuto seguinte o mesmo jogador fixou a contagem. O Pasteleira dispôs de dois livres indirectos, mas não soube tirar proveito da situação. Boa arbitragem. SS

Jogo no Centro de Estágio do Olival, em Gaia. Árbitro Rui Torres (Braga).

F. C. Porto: Rafael; Paulo, Hugo, Zé Pedro e Branco; Ramon, Cardoso (Luís Paulo (59) e Amorim; Filipe (Dias, 62), Serginho (Alex (41) e Claro. Treinador José Guilherme..

Pasteleira: Cavadas; João Viana, Valente, João Pedro e Rafael (Alexandre, 41); Miguel, Couto e Márcio (Danny, 23); Cunha, João Santos e Baptista (Zé Pedro, 64).

Ao intervalo 0-0. Marcadores Amorim (42) e Ramon (52 gp e 57).

Susana Silva in JN

Sub-16





Moimenta da Beira 0 - 1 PADROENSE

Jogo bem disputado, sempre com sinal mais dos visitantes, mas com o Moimenta da Beira a responder bem. O Padroense conseguiu a vitória num bom pontapé de Gravíssimo, aproveitando uma falha defensiva local. Mesmo assim, há que realçar a réplica oferecida pelos moimentenses que mereciam pontuar. Arbitragem algo irregular. AP
Jogo no Campo Eduardo Requeijo Alves, em Moimeta da Beira. Árbitro Hugo Geraldes (Guarda). Cartão amarelo: Tiago Borges (55) e Tiago Silva (58).
Moimenta da Beira: Vasco; João Santos, David, Gonçalo e Fábio Gomes; Salgueiro, Lucena (Lionel, 67) e Carlos; Rui, Rafael e Luís Pedro (Ricky, 60). Treinador Rui Alves.
Padroense: Maia; João Garcia, Bruno Oliveira, Tiago Borges e Joel; Voluntário, Tiago Silva (João Costa, 58) e Eduardo; Rui Silva (Abel, 53), Gradíssimo e Telmo (Flávio, 67). Treinador Joaquim Silva.
Ao intervalo 0-0. Marcador Gradissímo (51).
AP in JN

Sub-15


Gondomar 0 - 3 FC PORTO
F.C. Porto alinhou com Ricardo, Zé Pedro, André Teixeira, Tiago Ferreira e Gil Santos; Tozé, André Gomes e Júlio; Catarino, Pedro Ribeiro e Alexandre «cap.».

Substituições: Catarino por Fábio (45m) e Júlio por Novais (51m)

Não utilizados: Igor Rocha, Ricardo Barros, Adérito, Lupeta, Vasco;

Ao intervalo: 0-2

Marcadores: Júlio (32m), Pedro Ribeiro (34m) e Catarino (43m)
in site oficial do FC PORTO

sábado, setembro 15, 2007

Sub-19



Dragões empatam em Matosinhos
Terminou empatado a um golo o encontro entre Leixões e F.C. Porto, referente à quinta jornada do Campeonato Nacional de Juniores A. Mohamed foi o autor do remate certeiro dos portistas, que voltaram a evidenciar qualidade de jogo, em nova exibição promissora.
O encontro foi disputado no Estádio do Padroense, em Matosinhos, com as duas formações em busca do triunfo na partida, que terminou empatada a um golo.
Na próxima ronda da competição, os jovens Dragões recebem a formação do Varzim, em partida agendada para o próximo sábado, dia 22 de Setembro.
in site oficial do FC PORTO
FICHA
Leixões:Jorge, Magalhães, Tiago, Luís, Madureira, Oliveira, Gonçalo (Sá, aos 78 minutos), Simões, Cacheira, Arsénio (Óscar, 60) e Serrano (Daniel, 66).Treinador: Joaquim Sousa
FC Porto:Ruca, Valter, André Pinto, Tengarrinha, Maringá, André André, Jorge Chula (Mohamed, 56), Graça, Caetano (Marlon), Joni e Marco Aurélio (Elísio).Treinador: Patrick Greveraars
Árbitro: Fernando Nunes, do Porto.
Jogo disputado no sintético do Padroense FC, em Matosinhos.
Ao intervalo: 0-0. Marcadores: Mohamed (59) e Luís (86). Cartões amarelos: Madureira (17), Luís (55) e Graça (90+1).
in o Norte Desportivo

sexta-feira, setembro 14, 2007

Agenda










Sub-19

5ª Jornada - 15-09-2007
Leixões - FC Porto
Est. Padroense
17:00
Sub-17

4ª Jornada - 16-09-2007
FC Porto - Pasteleira
CTFD PortoGaia
11:00
Sub-16

4ª Jornada - 16-09-2007
Moimenta Beira - Padroense
Campo Moimenta da Beira
11:00

Sub-15

1ª Jornada - 16-09-2007
Gondomar - FC Porto
CT Est. São Miguel
11:00


dia 15
Futebol
FC Porto - Gondomar
Jogo particular (Sub-12)
CTFD PortoGaia
09:30
-
dia 15
Futebol
FC Porto - Trofense
Jogo particular (Sub-12)
CTFD PortoGaia
11:00
-
dia 15
Futebol
FC Porto - Maia
Camp. Distrital (Sub-13)
CTFD PortoGaia
17:00
-
dia 16
Futebol
Arcozelo - FC Porto
Camp. Distrital (Sub-14)
Arcozelo
10:00

in site oficial do FC PORTO

Convocatória treinos selecção distrital "sub-16"



Atletas convocados :
S.C. SALGUEIROS (1)
– Pedro Nuno;
A. D. PASTELEIRA (4)
– Cavada (GR), João Paulo, Rafael e Batista;
F. C. PORTO (6)
– Rafael (GR), David Nuno, Hugo, João Amorim, Sérgio Oliveira, e Filipe Barros;
PADROENSE F.C. (5)
– Maia (GR), Costa, Gadíssimo, Voluntário, Tiago Silva
;
LEIXÕES S.C. (4)
– José Francisco, César, Serrão, e João Beirão;
F.C. PENAFIEL (3)
– André, Nelson e Rosas;
S.C. FREAMUNDE (3)
- Batista, João Ribeiro, e Fábio Coelho.
O(s) jogador(es) convocado(s) deve(m) comparecer no(s) próximo(s) dia(s) 17.Setembro.2007 (segunda-feira), pelas 18h00 no Estádio do Senhora da Hora, para o treino da Selecção A. F. Porto.

in site oficial da AFP

Convocatória Sub-20



O Treinador Nacional Sub-20, António Violante, divulgou a lista de convocados para mais um estágio de preparação, de 17 a 19 de Setembro, no Estádio Nacional.

A.Académica Coimbra: Luis Carneiro (Licá) e Pedro Ribeiro;
Boavista FC: Ivan Santos;
Casa Pia AC: Pedro Santos;
CD Mafra: Marco Pinto;
CD Olivais e Moscavide: Nuno Ferreira;
CD Trofense: Fábio Paim;
FC Porto: André Castro e Rui Pedro;
SC Marítimo: Carlos Freitas e João Diogo;
CF “Os Belenenses”: Carlos Alves;
GD Ribeirão: Bura, Jorge Monteiro e Pedro Trigueira;
Padroense FC: Ruben Saldanha;
SC Braga: Vitor Hugo;
SC Maria da Fonte: Orlando Sá;
SC Olhanense: Daniel Carriço e João Martins;
Valência CF: Yago Fernandez;
Varzim SC: André Monteiro, Daniel Candeias e Yazalde;
Vitória FC: Luis Portela.
in site oficial da FPF

quinta-feira, setembro 13, 2007

Convocatória Sub-16



Convocatória para o 1º estágio desta época no Estádio Nacional em 18 e 19 de Setembro

A Académica / OAF ……….…… (1) Sérgio Marques;
Académico Viseu FC …............. (1) Manuel Pipa;
CD Barreirense …………………. (1) Francisco Grácio;
CD Feirense ……………………… (1) Vítor Costa;
FC Barcelona ……………………. (1) Luís Gustavo;
FC Barreirense ………………..... (1) Tiago Costa;
FC Porto ……………………. (5) Filipe Barros – Hugo Filipe – João Amorim – Rafael
Sousa – Sérgio Oliveira;
Leixões SC ……………………….. (1) Francisco Moura;
Louletano DC ……………………. (1) João Carlos;
Padroense FC ………………(3) Flávio Moreno – João Luís – Tiago Silva;
SL Benfica ……………………….. (3) André Dias – Ruben Pinto – Tiago Ribeiro;
Sporting CP ……………………… (5) João Figueiredo – Mauro Antunes – Miguel Serôdio –
Peter Caraballo – Rui Coentrão;
Vitória FC ………………………… (1) Miguel Lourenço;
Vitória SC ………………………… (2) André Costa – João Amorim.
in site oficial da FPF

O Comentário de afs

Comentário ao jogo FC Porto 5 - Naval 0 em juniores

Jogo tranquilo da equipa portista, pois sem nunca carregar muito no acelerador foi conseguindo ampliar a vantagem com relativa facilidade. A equipa da Naval pouco fez além de se fechar muito no seu meio campo, mesmo quando o resultado se começou a avolumar. Teve uma pequena reacção nos primeiros 10 minutos da 2ª parte, mas sem nunca colocar em causa o dominio claro da nossa equipa.

Os portistas revelaram-se algo preso de movimentos. A dinâmica colectiva nunca atingiu patamares próximos aos que vi em Braga, acusavam o esforço dispendido nesse jogo. Os movimentos colectivos na 1ª parte custaram a sair, com o meio campo e o Tenga a serem os que acusavam mais o esforço. Neste período foi o Marco a revelar-se o mais activo e a conseguir alguns bons cruzamentos. Num deles nasce o 1º golo. Após uma arrancada de mais de 30 metros do A. Pinto, a bola vai parar aos pés do Marco que efectua um cruzamento da esquerda, com a bola a ser bombeada para as costas da defesa e o Filipe aparece com o seu habitual sentido de oportunidade a fazer o 1º golo num remate de primeira. O segundo golo surge após um alivio de bola em que o Tenga lança em profundidade o A. Pinto (de central para central), este em velocidade isola-se com um adversário por perto faz o remate ao poste com a bola a percorrer a linha de golo, e o mesmo A. Pinto é mais rápido que o adversário e faz o segundo golo da partida. Resultado com que chegamos ao intervalo.

A 2ª parte começa com uma tentativa de reacção da Naval e é neste período que falha uma grande oportunidade de golo, numa recarga a uma defesa de Ruca, o adversário remata ao lado com a baliza toda à mercê. Esta reacção durou cerca de 10 minutos. Logo a seguir, o Tenga deu lugar ao Marlon e a nossa equipa foi criando algumas jogadas de perigo, com o Chula a aparecer muito mais activo neste período, e depois de um cruzamento seu, o Marco aproveita um corte incompleto para fazer o 3º golo num remete apoiado à meia volta. Na segunda substituição o Joni deu lugar ao Galeão, e a seguir o Valter faz de cabeça o 4º golo, subindo mais alto no primeiro poste que o seu marcador directo, após a marcação de um canto. Já com o Elisio em campo, após substituir o Filipe, ocupando o Marco a posição 9, surge o melhor golo do jogo. Elisio senta literalmente 2 adversários à entrada da área e já dentro desta, faz um remate rasteiro e colocado, pleno de intencionalidade.

A partir de certa altura da 2ª parte, notou-se que a equipa teve alguma preocupação em gerir os ritmos de jogo, de forma a poupar-se para o próximo jogo, que será um jogo importante.

Ruca - Teve pouco trabalho. Seguro e concentrado, fez 3 boas defesas em todo o jogo. Deve melhorar o jogo com os pés.

Valter - A regularidade exibicional deste lateral direito é assinalável. Concentração defensiva, rapidez sobre a bola, pouco recurso à falta e subidas a preceito.

A. Pinto - Neste jogo é mais dificil eleger o melhor em campo, pois ninguém se destacou muito. A minha escolha do MVP do jogo recai no Pinto, pois teve participação decisiva na jogada do 1º golo, fez o segundo e esteve quase sempre bem nos lances que participou, nomeadamente nos lançamentos longos. Bom jogo.

Tenga - Foi o jogador que acusou mais o esforço do jogo de Braga. Algo preso de movimentos, ainda participou nos movimentos ofensivos da 1ª parte mas foi desaparecendo do jogo à medida que este decorria.
Foi substituido pelo Marlon.

Maringá - Jogou na sua posição de origem e esteve algo inibido nas subidas na primeira parte. Na segunda parte soltou-se e fez muitas vezes o seu corredor. Realizou uma exibição agradável num vai e vem constante.

Graça e André - Faço o comentário conjunto pois são muito semelhantes na forma de jogar. Parecem duas formiguinhas que trabalham imenso em prol da equipa. Correm imenso, até cansa só de os ver correr. Fizeram ambos um bom jogo. Pulmão e entrega ao jogo impressionantes.

Joni - O Joni continua com as virtudes e defeitos dos últimos jogos. Excelente atitude e entrega ao jogo quando sem posse de bola e algum défice nos processos de construção. Na 2ª parte desapareceu do jogo e foi bem substituido pelo Galeão.

Chula - Na primeira parte esteve algo discreto no jogo. Na segunda esteve mais em jogo e conseguiu alguns desequilibrios com cruzamentos perigosos, um deles deu origem ao 3º golo e ainda criou uma oportunidade que o Filipe desperdiçou. Parece-me um jogador demasiado franzino fisicamente embora tenha revelado boa capacidade nas mudanças de velocidade, se bem que algo intermitente.

Marco - Estve muito activo na 1ª parte, com alguns bons cruzamentos (como no 1º golo). Na segunda parte baixou um pouco de produção, para voltar a aparecer em jogo quando passou a jogar a PL. Revelou uma boa condição fisica.

Filipe - Não esteve muito inspirado, pois perdeu muitos lances. Fez o golo da praxe e podia ter feito mais um. Na segunda parte também acusou fadiga o que é habitual num miúdo de 15 anos. O seu marcador directo tinha bem mais que um palmo de altura, foi muitas vezes placado em falta que o árbitro deixou passar. Volto a dizer que este miúdo tem pormenores muito interessantes.

Marlon - Gostei do Marlon, pelo simples facto de ter um bom tempo de entrada à bola, o que evita muitas faltas. Revela inteligência e boa técnica com a bola nos pés.

Galeão - Entrou para a posição 10, aquela que na minha opinião deve ser a sua posição natural. Com a sua entrada a equipa ganha maior capacidade nos processos de construção de jogo, nomeadamente posse de bola e triangulações, mas perde em intensidade e pressing quando sem posse de bola. Gostei do pouco tempo que jogou.

Elisio - Estranhamente ficou arredado do 11 inicial. Entrou ainda a tempo de fazer o melhor golo da partida. Talento, imprevisibilidade e entrega ao jogo fazem parte do seu estilo de jogo. Merece jogar mais tempo.

MVP - André Pinto

afs

quarta-feira, setembro 12, 2007

Sub-19



O F.C. Porto goleou por 5-0 a Naval 1º de Maio na 4ª jornada do Campeonato Nacional de Juniores A .
Pipo, André Pinto, Marco, Valter e Elísio foram os marcadores .

Selecção Nacional Sub-17





Lista de convocados da Selecção Nacional Sub-17 para os dois jogos de preparação com a Geórgia, nos dias 18 e 20 de Setembro, no Municipal do Cartaxo (17h00) e no Campo Chã das Padeiras (11h00), respectivamente.
Recorde-se que a nossa Selecção vai estar envolvida na fase de apuramento para o Campeonato da Europa de 2008, a realizar na Turquia, cujo primeiro mini-torneio está agendado para o próximo mês de Outubro, na Estónia. Além da formação da casa, a "Equipa das Quinas" vai medir forças, no Grupo 11, com as representações de Inglaterra e de Malta, sendo que as duas primeiras classificadas garantem a qualificação para a Ronda de Elite, a decisiva etapa de apuramento para o Europeu.
Convocados:
Boavista FC - Ruizinho;
FC Penafiel - João Carlos;
FC Porto - Pedro Branco, Ricardo Cardoso, Ricardo Dias e Rui Caetano;
Manchester United FC - Evandro;
SC Braga - Tiago Gomes;
SL Benfica - Fábio Pereira – Nelson Oliveira;
Sporting CP - Alex Zahavi, Cédric Soares, Filipe Paiva, Januário, Luis Almeida, Mário Rui, Nuno Reis e Ruben Luis;
Vitória SC (Guimarães) - Nandinho e Rafael.
in site oficial da FPF

terça-feira, setembro 11, 2007

Caminhos Tortuosos

"SAD conquista Coelho ao Inter de Milão
O Benfica recrutou Coelho, jovem internacional português do Inter de Milão. O jogador, de 17 anos, foi para Itália no início da temporada passada, após uma saída conturbada do F. C. Porto. Apesar de jogar com regularidade, o futebolista nunca se mostrou verdadeiramente adaptado nesta primeira aventura longe de casa. O atleta surge agora na Luz na condição de emprestado. Os encarnados ficam com a opção de compra de apenas metade do passe. O campeão italiano acredita que o jogador terá uma carreira promissora e não quer abdicar de um investimento potencialmente rentável no futuro. O atleta chega ainda esta semana a Lisboa e irá alinhar nos juniores do clube da águia.
José Coelho iniciou a carreira no Paços de Ferreira e chegou ao F. C. Porto com 11 anos. O jovem actua como avançado e também desempenha o papel de flanqueador na missão ofensiva." Joaquim Jorge in JN

Crisal Cup

Plantel do FC PORTO participou na Crisal Cup, torneio disputado na Marinha Grande e que contou, ainda com as presenças do SCP, SLB e SLM.
Ricardo Catarino com 4 golos foi o melhor marcador.
A foto é de André Figueiredo, "blogger" do Luso Football, a quem uma vez mais tenho que agradecer, a gentileza e a amabilidade por me permitir usa-la aqui.

segunda-feira, setembro 10, 2007

O Comentário de afs

Comentário ao jogo Padroense 2 - Leixões 3

A exibição do Padroense foi muito pobre. O Leixões foi um justo vencedor. Teve mais atitude, teve mais oportunidades de golo, e foi mais equipa.

A equipa do Padroense teve uma exibição paupérrima na 1ª parte, melhorou ligeiramente no inicio da 2ª parte, mas acabou o jogo como começou.
Não existe um fio de jogo, não assisti a uma jogada estudada a um movimento colectivo de registo. Tudo um pouco ao acaso, à custa de jogadas individuais.
Nos lançamentos laterais não há movimentos estudados, tudo parado à espera da bola.
Esta equipa exagera no jogar para trás, na troca de bolas entre os defesas, perde bolas de forma displicente em zonas completamente proibidas.
Sinceramente não sei o que se passa. De um lado vejo um treinador interventivo e de outro vejo um treinador apático sem corrigir os jogadores. Não sei mesmo.
Conheço a maior parte destes jogadores do ano passado, e esta equipa tem qualidade mais que suficiente para fazer muito melhor, mas muito mesmo. Não sei o que andam a fazer nos treinos.
A mim não me interessa o resultado, o que interessa é jogar à bola. E não me venham dizer que são de primeiro ano. Esta equipa tem condições para querer jogar à bola, futebol positivo, disputar o jogo pelo jogo, e se não der para ganhar paciência. Têm que aprender, mas a jogar, não é isto que eu vi. Mau demais. O 1º golo é de penalty e o 2º é uma iniciativa individual do Reuss.
No melhor período do Padroense (inicio da 2ª parte), e após o 2-1 a favor dos da casa, tira o Gradissimo e a partir daí o acabou o futebol ofensivo da equipa.

Não vou fazer análise individual aos jogadores
afs

O Comentário de afs

Comentário ao Braga 0 - FC Porto 0 em juniores.

Como é possivel o FCP não conseguir ganhar este jogo? Como é possivel não ter marcado nenhum golo? Como é possivel ter acabado com o credo na boca e com possibilidade de o perder?

O FCP dominou e controlou o jogo a seu belo prazer durante 75 minutos. Os primeiros 30 minutos, foram um hino ao futebol. Grande primeira meia hora, do melhor que tenho visto nestes escalões. A equipa adversária mal saía do seu meio campo. Foi notável a dinâmica global a capacidade de troca de bola sempre em progressão, mudanças de flanco com pressão imediata sobre o homem da bola. O Braga mal conseguia dar mais que 3 passes seguidos. Tirando os livres bombeados para a área, em bola corrida só por uma vez o Braga chegou à baliza do Ruca e mesmo assim sem perigo. Neste período a nossa equipa teve controlo absoluto em todas as fases do processo de jogo. A equipa adversária ficou um pouco baralhada com o esquema do Porto, pois queria fazer pressão alta e nunca conseguiu os seus objectivos. Os alas tiveram muito jogo e recebiam a bola quase sempre de frente para o adversário directo. Nos últimos 15 minutos o Braga equilibrou a espaços mas sempre com ascendente claro do FCP. Neste período de grande dominio, o FCP teve alguns lances de perigo eminente com remates na zona da meia lua nas segundas bolas (Marco, Graça e Tenga) e em cruzamentos com o jogador do 2º poste e bem posicionado a falhar (Carlos Santos, A. Pinto e Marco). Mesmo assim não foram perdidas escandalosas como as que se verificaram na segunda parte. No final da primeira parte o Mohamed deu lugar a Filipe (Pipo) por lesão.
Na segunda parte foi mais do mesmo, com dominio do FCP na primeira meia hora, com jogadas rápidas em que Filipe por 3 vezes teve o golo nos pés e em 2 delas completamente isolado, Elisio, Tenga e Marco (este por 2 vezes e uma delas com a baliza deserta após ultrapassar o redes mandou ao poste). No FCP Elisio (até aqui tinha sido dos melhores) deu lugar ao central Marlon e o Tenga subiu para o meio campo, e o André deu lugar ao Galeão. O Braga refrescou a frente de ataque, e nos últimos 15 minutos a nossa equipa começou a acusar o desgaste do jogo com Graça, Tenga, Valter, Marco e o próprio Filipe que tinha feito um jogo completo a meio da semana a serem os que acusavam mais o esforço dispendido. Foi neste periodo que o Braga falhou 2 grandes oportunidades de golo, uma semelhante à do Marco com a baliza escancarada e outra com a bola a atravessar a pequena área com a A. Pinto a tirar o pão da boca de um atacante do Braga. Embora não tenha a certeza pois não estou no enfiamento dos lances mas tanto uma como outra jogada parecem-me precedidas de fora de jogo, mas é como digo, não tenho a certeza. O jogo partiu-se claramente com o FCP a ter algumas perdidas de bola em zonas complicadas, coisa que até aí nunca tinha acontecido. No Braga destaco o redes, grande compleição fisica e muito seguro nas bolas altas e nas saídas aos pés do Filipe.

Análise individual:

RUCA - Seguro entre os postes, revelou alguma intranquilidade a jogar com os pés, mas também a maioria das bolas que os seus colegas lhe passaram, fizeram-no para o seu pé esquerdo, e que eu saiba ele não é canhoto (aspecto a rever pela equipa). Na segunda parte teve uma saida pouco decidida com a bola a ficar nos pés do avançado do Braga que só não foi golo porque a bola saiu às malhas laterais.

VALTER - Defensivamente esteve irrepreensivel. Tempo de reacção fantástico e boa capacidade de desarme sem recurso sistemático à falta. Boa participação nos movimentos de construção da equipa. Na segunda parte foi um pouco mais afoito a subir no terreno e apesar de ter levado com um elemento fresco do Braga na fase final do encontro, nunca virou a cara à luta e raramente perdeu um lance. Acabou o jogo esgotado.

A. PINTO - Foi o central que jogou mais vezes como último homem, se bem que esporádicamente tenha trocado de papeis com o Tenga. Esteve concentrado e durante 75 minutos não foi sujeito a grande trabalho. Com a sua estatura tem que ser muito mais autoritário nas bolas altas.

TENGARRINHA (Tenga) - Grande jogo, grande jogador. Todo o jogo da equipa passa pelos seus pés. Para mim o MVP do jogo. Nos primeiros 75 minutos não me recordo de ter errado um passe. Passes curtos, passes longos, mudanças de flanco, saídas com classe das zonas de pressão, fez tudo bem naquele período, mesmo quando passou a jogar no meio campo. Não o conhecia e para mim é a grande surpresa desta equipa. É alto, tem técnica, é um falso lento e leva muita porradinha. Da forma como joga corre grandes riscos de ter lesões graves, pois sofre algumas entradas durinha e como não tem o centro de gravidade baixo muitas vezes não consegue ter a agilidade para saltar no último momento. Acabou o jogo completemente rebentado.

C. SANTOS - Central que jogou novamente a lateral esquerdo. Sente ainda algumas dificuldades na adaptação ao lugar, pois recorre ainda demasiado à falta para travar os adversários, mas tem vindo a ser mais consistente nas suas exibições. Assistiu algumas vezes o Elisio com subidas a preceito a apoiar o ataque.

GRAÇA - Outra boa exibição. Muita raça, muito dificil de bater nos duelos corpo a corpo, muito rápido sobre a bola, muita disponibilidade fisica, não inventa e joga um futebol prático e rectilineo. Encaixa na perfeição num esquema destes. Acabou o jogo de rastos.

ANDRÉ - Jogador de perfil próximo do Graça. Fez também uma boa exibição. Acrescenta um pouco de capacidade de drible e de condução de bola, embora um pouco menos aguerrido que o seu parceiro da esquerda. A sua saida foi prematura, pois a entrada do Galeão não acrescentou grande coisa.

JONI - Este jogador tarda em soltar-se. É inteligente, tem técnica mas não pode perder algumas bolas como as que perdeu. Volto a dizer que tem que ser mais decisivo e participativo no jogo, pois joga numa posição importante no esquema da equipa. Compensa com uma entrega ao jogo fantástica.

MARCO - Esteve muito em jogo na primeira meia hora, mas nem sempre com as melhores soluções. Foi decaindo de produção até ao fim do jogo. Como ala tem tendência para flectir para dentro, raramente estica o jogo até à linha. Tem faltado confiança para os duelos individuais.

ELISIO - Esteve regular e consistente no periodo que esteve em campo. Ganhou quase todos os duelos individuais, e para mim estava a ser um dos melhores até ser substituido. Não percebi porque saiu.

MOHAMED - Esteve pouco mais de meia hora em campo. É um jogador de área, forte a segurar a bola na luta com os centrais, mas falta-lhe capacidade de mudança de velocidade. A bola tem que lhe ser metida no pé e não no espaço. Não teve nenhuma oportunidade de alvejar a baliza.

FILIPE - Gosto deste miúdo. Ainda no ano anterior fazia jogos de 70 minutos nos iniciados e este ano jogou na quarta e no domingo. Integrou-se bem no jogo, tem movimentos muito interessantes e teve o golo nos pés por 3 vezes. Azar miudo na próxima corre melhor. A sua capacidade de explosão acusou algum desgaste do jogo a meio da semana.

MARLON - Central brasileiro com uma estampa fisica impressionante. Revelou-se muito forte nas bolas altas quer a defender quer a atacar. Apresentou naturais dificuldades de entrosamento com os movimentos colectivos da equipa.

GALEÃO - Parecia ter entrado bem, com algumas jogadas de participação importante da sua parte mas com o decorrer do jogo desapareceu e perdeu alguns lances pouco hbituais em si. Volto a dizer que o Galeão não tem perfil para a posição de MiD que este esquema exige. Gostava de vê-lo a experimentar a posição 10.

POSITIVO
1) Excelentes movimentos colectivos para inicio de época;
2) Disponibilidade fisica e entrega ao jogo;
3) Futebol agradável em progressão e a quantidade de oportunidades de golo criadas

NEGATIVO
1) Poucas soluções ofensivas (ainda não veio o certificado do chinês e o Cintra ainda não foi inscrito);
2) Dificuldades evidentes ao nível da concretização;
3) Desorganização global no período final do desafio, que quase foi fatal.

afs

Juvenis




Tourizense 1 - 6 FC PORTO



Após o deslize frente à Sanjoanense, o F. C. Porto foi ao terreno do Tourizense golear por 6-1, resultado que lhe permitiu ascender ao terceiro lugar, a dois pontos dos líderes.
O Tourizense mostrou durante a primeira parte que tem um conjunto bastante forte, embora haja ainda muita coisa para lapidar na equipa. Aguentou bem, mas na segunda parte, o F. C. Porto, a jogar em superioridade numérica, o que tornou tudo mais fácil, passeou a sua classe e conseguiu golear. Contudo, não se entendeu muito bem a razão do árbitro ser tão rigoroso contra os locais e benévolo para os visitantes.

Jogo no CD Visconde Vinhal, em Touriz. Árbitro Daniel Cardoso (Aveiro). Cartões amarelos: Zé Pedro (22), Rui Andrade (31 e 41), Tiago Mendes (47), Diogo (51) e Dias (65). Cartão vermelho: Rui Andrade (41).
Tourizense: Tiago; Cristiano, Diogo Almeida, Tiago Mendes e Rui Andrade; David (Jorge, 78), Quaresma (Cristiano I, 78) e Luís Patrão; Marco Cerqueira, Leandro Roque e Miguel (Diogo, 41). Treinador Ricardo Cruz

F. C. Porto: Rafael; David, Ramon, Zé Pedro (Dias, 41), Anjo e Sérgio; Cardoso (Sérgio I, 56) e Amorim; Rui Santos (Diogo, 41), Caetano e Claro. Treinador José Guilherme.
Ao intervalo 0-1. Marcadores Rui Santos (21), Caetano (52), Marco Cerqueira (53), Amorim (57), Sérgio (65 e 80+1) e Claro (69).

Silvino Cardoso in JN



PADROENSE 2 - 3 Leixões


O Leixões foi ao terreno do Padroense vencer por 3-2, um resultado injusto para os locais, que em nada foram inferiores. A formação do Padrão da Légua entrou melhor e assumiu o controlo. Aos 21 m, Renato desviou a bola com o braço e o árbitro assinalou penálti, que Gradíssimo converteu. Aos 45 m, Bruno Oliveira desviou abola com a mão na área e Alves não desperdiçou a penalidade, empatando. Numa jogada de ataque pela direita, aos 54 m, Réuss rematou cruzado para o 2-1. Uma desatenção da defensiva local permitiu ao visitante igualar aos 67 m, por Moura. Aos 74 m, Stephane desmarcou-se e isolado frente a Maia não perdoou.
Arbitragem regular.

Jogo no Estádio do Padroense, em Matosinhos. Árbitro António Nogueira (Porto). Cartões amarelos: Renato (22), RF (45 e 74), Duarte (54), Alves (61) , Moura (69) e Tista 74). Cartão vermelho: RF (74).

Padroense: Maia; Réuss, Bruno Oliveira, Duarte e Xavier (Abel Alves, 76); João Rosas (Eduardo Silva, 41), Tiago Silva e Voluntário; Rui Silva, Gradíssimo (Filipe Oliveira, 62) e Telmo. Treinador Joaquim Silva.

Leixões Sérgio; Pedro, Torrão, Ricardo e Renato; Alves, Moura e Ricardo valente (Stephane, 41); Fábio Loureiro, RF (Tiago Carvalho, 58) e Emanuel (Ivan, 41). Treinador António Pedro.
Ao intervalo 1-0. Marcadores Gradíssimo (22 gp), Alves (45 gp), Réuss (54), Moura (67) e Stephane (74).
Susana Silva in JN

domingo, setembro 09, 2007

Sub-19


Braga 0 - 0 FC PORTO

sexta-feira, setembro 07, 2007

Sub-11 - Plantel 07/08

Alexandre Augusto Canelas Almeida Ferreira
15-07-1997
André de Oliveira Teixeira
17-09-1998
André Manuel Pinto Nogueira de Sousa
16-07-1997
Bernardo Sousa Pereira Brites Martins
04-02-1997
Bernardo Vieira Morais
14-11-1998
Diogo de Sousa Andrade
23-05-1999
Diogo Filipe Assunção Eiras
27-05-1997
Diogo Filipe Santos Trindade Guedes
11-04-1997
Diogo Granja Teixeira Ribeirinha
05-02-1997
Diogo Petre de Araújo Dobrescu
29-01-1997
Diogo Soares de Almeida
25-10-1998
Diogo Veiga Madureira
30-05-1999
Gabriel de Souza Coelho
07-07-1997
Gonçalo Amorim Álvares Ribeiro
13-02-1997
Guilherme Leonardo Pires Costa
18-02-1999
Joanito Henrique José Sá
05-03-1997
João Bernardo Silva Castro Alves
11-09-1997
João Gonçalo Teixeira Pereira
14-03-1999
João Pedro de Ribeiro e Capela
03-07-1997
Jorge Filipe Oliveira Fernandes
02-04-1997
José Miguel Marinho Gomes
27-02-1999
José Pedro Ferreira Costa Leite (Zé Pedro)
12-01-1997
Luís Carlos Machado Mata
06-07-1997
Manuel Maria de Melo Machado Cerejeira Namora
12-02-1998
Martim Malheiro Fabião Maia
24-05-1998
Micael Carlos Carvalho Esteves
26-03-1997
Nuno Filipe Esgueirão Duarte Vieira
11-01-1999
Nuno Frederico de Melo Machado Cerejeira Namora
12-02-1998
Paulo Igor Ferreira Pereira
30-06-1997
Paulo Manuel Neves Alves
25-12-1997
Pedro Filipe Teixeira Moreira
18-07-1999
Pedro Miguel Pereira da Rocha (Pedrinho)
08-07-1997
Raul Tiago Soares Almeida
02-11-1997
Ricardo Jorge Oliveira António
06-08-1998
Ricardo Miguel Magalhães Pinheiro
25-03-1997
Roberto Amorim da Silva
23-04-1998
Rogério Miguel Reis da Silva
05-04-1997
Ruben Campos do Vale
26-09-1999
Ruben Diogo da Silva Neves
13-03-1997
Ruben Soares Leite Marques
20-11-1999
Rui Filipe Miranda da Silva
13-03-1998
Rui Filipe Santos Godinho Santiago Tavares
14-05-1997
Rui Manuel Sousa da Cunha
02-01-1998
Rui Pedro Ferreira Macedo
15-03-1997
Sandro Filipe da Silva Fonseca
03-05-1997
Simão Pedro de Sousa Ribeiro
20-05-1998
Tiago José Ferreira Couto
27-11-1997
Virgílio Henrique Bernardo Pinto
04-05-1997
in site oficial do FC PORTO

Agenda





-----------------------------
07
Futebol
Sporting - FC Porto
Torneio SL Marinha (Sub-15)
Est. Mun. Marinha Grande
21:00
-
08
Futebol
FC Porto - Penafiel
Jogo Particular (Sub-12)
CTFD PortoGaia
09:30
-
08
Futebol
FC Porto - Benfica
Torneio SL Marinha (Sub-15)
Est. Mun. Marinha Grande
11:00
-
08
Futebol
FC Porto - Leixões
Jogo Particular (Sub-12)
CTFD PortoGaia
11:00
-
08
Futebol
Sp. Braga - FC Porto
Camp. Nacional (Sub-19)
Braga
17:00
-
08
Futebol
Candal - FC Porto
Camp. Distrital (Sub-13)
Candal
17:00
-
08
Futebol
FC Porto - SL Marinha
Torneio SL Marinha (Sub-15)
Est. Mun. Marinha Grande
18:00
-
09
Futebol
Padroense - Leixões
Camp. Nacional (Sub-16)
Campo Padroense
11:00
-
09
Futebol
FC Porto - Rio Ave
Jogo Particular (Sub-14)
CTFD PortoGaia
11:00
-
09
Futebol
Tourizense - FC Porto
Camp. Nacional (Sub-17)
Touriz
17:00
in site oficial do FC PORTO

quinta-feira, setembro 06, 2007

Selecção Nacional Sub-19


Irlanda 1 - 3 Portugal

Portugal :Ricardo Neves, Miguel Vitor, Ruben Lima (Carlos Pita, 64'), Stélvio Cruz, Romeu Ribeiro (Rui Rainho, 71'), Rabiola (Hugo, 80'), Marco Matias (André Carvalhas, int.), André Santos (Valter Fernandes, int.), Francisco Maia (André Pinto, int.), Cristiano (Adrien Silva, int.) e Diogo Rosado (Fábio Ferreira, int.)
Suplente não utilizadoAnthony Lopes
Golos: Stélvio Cruz (33', gp), Miguel Vitor (36') e Marcos Matias (45')Cartões amarelos a: Stélvio Cruz (26') e Romeu Ribeiro (53')
in site oficial da FPF

Juvenis


Campeonato Nacional de Juniores B
Sanjoanense 0 - 0 FC PORTO

Sub-12 - Plantel 07/08





André Filipe Migueis Oliveira
Médio
22-10-96
Bruno Miguel Assunção Silva
Guarda-redes
23-05-96
Cláudio Ferreira Pinheiro de Aguiar
Guarda-redes
14-04-96
Diogo de Sousa Verdasca
Médio
26-10-96
Diogo Emanuel Seabra Teixeira
Defesa
14-06-96
Duarte de Castro Alves
Médio
14-03-96
Emanuel Macedo da Silva
Médio
07-02-96
Fábio Samuel Amorim da Silva
Avançado
21-04-96
Francisco Manuel Palas Afonso Miranda
Médio
30-07-96
Gonçalo José Fidalgo Martins Pinto da Costa
Médio
29-01-96
João Paulo Santos da Costa
Guarda-redes
02-02-96
João Pedro de Sousa Santos Teixeira Duarte
Médio
06-07-96
João Tiago Oliveira da Cunha
Defesa
04-02-96
Joel Vieira Pereira
Médio
28-09-96
José Miguel Pires Sá (Zé Miguel)
Defesa
24-10-96
Luís Miguel Gomes da Silva Peixoto
Médio
23-01-96
Mário Filipe Silva Rico
Médio
11-07-96
Miguel Crespo da Silva
Defesa
11-09-96
Patrick Antero Planche Rodrigues
Avançado
21-08-96
Pedro Daniel Pereira Cardoso
Defesa
10-08-96
Pedro Ferreira Torres
Médio
28-07-96
Pedro Miguel Albuquerque Gomes
Médio
04-01-96
Renato Filipe Ribeiro Cardoso
Defesa
09-11-96
Ruben Daniel Fonseca Macedo
Médio
09-03-96
Rui Diogo Miranda Martins
Guarda-redes
12-10-96
Rui Filipe Araújo Moreira
Médio
31-05-96
Rui Filipe Rosas Nogueira
Médio
08-04-96
Rui Pedro Oliveira da Silva
Defesa
05-06-96
Sérgio Miguel Hora Ribeiro
Avançado
18-01-96
Tiago Alexandre Gonçalves Garcia
Avançado
17-06-96
Tiago Rodrigues Borges
Avançado
18-08-96
Vasco Martins Maia Nogueira
Defesa
28-01-96
Vítor Hugo Santos Soares
Defesa
02-01-96

Staff


Director Técnico - Luís Castro
Treinador - Raúl Costa
Treinador Assistentes - Marisa Gomes / Álvaro Silva / Hélder Nunes
Treinador Guarda-redes - Silvino Morais / Rui Teixeira
Team Manager - Fernando Castro / Luís Paulo / Ricardo Santos

in site oficial do FC PORTO

Sub-13 - Plantel 07/08




André Almeida Oliveira Maia
Médio
03-04-95
André Filipe Ferreira Coelho Pereira
Médio
05-05-95
André Filipe Ferreira Ribeiro
Defesa
27-03-95
André Filipe Rodrigues da Silva
Defesa
02-01-95
Bruno Miguel Pereira da Eira
Avançado
19-02-95
Diogo Filipe Costa Rocha
Médio
03-05-95
Diogo Filipe Maia Sousa
Avançado
04-12-95
Francisco Manuel Leitão Costa
Avançado
01-03-95
Ivo Tiago dos Santos Rodrigues
Médio
30-03-95
João António Couto Oliveira
Defesa
05-01-95
João Carlos Matos Martins de Sousa
Médio
29-05-95
João Fernando da Silva Santos
Médio
09-03-95
João Lopes Portela
Defesa
07-04-95
Luís Rafael Soares Alves
Defesa
09-05-95
Marcelo Filipe Silveiro Magalhães
Defesa
18-05-95
Márcio André Gonçalves Lopes
Avançado
28-05-95
Nuno Miguel Gomes dos Santos
Avançado
13-02-95
Ricardo Jorge da Costa Fazenda
Avançado
04-06-95
Ricardo Miguel da Silva Tavares
Avançado
17-06-94
Sergey Kundik
Avançado
10-07-95
Vítor Emanuel Rodrigo de Andrade
Médio
16-03-95
Vítor Manuel Gonçalves Ribeiro
Defesa
28-02-95

Staff

Director Técnico - Luís Castro
Treinador - Raúl Costa
Treinador Assistentes - Marisa Gomes / Álvaro Silva / Hélder Nunes
Treinador Guarda-redes - Silvino Morais / Rui Teixeira
Team Manager - Fernando Castro / Luís Paulo / Ricardo Santos
in site oficial do FC PORTO

Sub-14 - Plantel 07/08





André Filipe Sousa Pinto
Defesa
07-02-94
Bernardo Figueiredo Pessoa
Avançado
14-01-94
Bruno Daniel Santos Costa
Avançado
19-01-94
Bruno Rodrigo Ferreira da Silva
Defesa
26-01-94
Carlos Manuel Costa Macedo (Carlitos)
Médio
10-05-94
Diogo Cardoso Mota
Médio
06-01-94
Eduardo Correia da Silva Júnior
Avançado
26-02-94
Fábio José Fonseca Brilhante
Médio
24-03-94
Fábio Miguel Freitas da Cunha
Médio
01-02-94
Gerson Tristão de Sousa
Defesa
18-04-94
Gonçalo Mendes Paciência
Avançado
01-08-94
Hugo Silva Moniz
Médio
31-07-94
João Pedro da Silva Mesquita
Médio
26-05-94
João Pedro da Silva Pereira Campos
Defesa
08-07-94
Joaquim Lindoro Salgado de Sousa Azevedo
Avançado
03-03-94
Jorge Miguel Mendes Azevedo
Defesa
08-02-94
José Miguel Rocha Silva (ZÉ MIGUEL)
Defesa
01-04-94
Leadro Miguel Pereira da Silva
Médio
04-05-94
Lucas Coelho
Avançado
28-10-94
Luís Edgar Fernandes Abreu
Médio
14-02-94
Luís Filipe Pereira Pinto
Guarda-redes
29-04-94
Luís Pedro Azevedo Dias Branco Lopes
Avançado
21-01-94
Marcos André Costa Valente
Médio
04-02-94
Nuno de Borja Serafim Castro
Guarda-redes
08-12-94
Nuno Miguel da Silva Costa
Médio
07-09-94
Pedro Filipe Tinoco Monteiro
Defesa
30-01-94
Pedro Francisco Silva Mateus
Avançado
23-02-94
Pedro Miguel Cardoso Martins
Defesa
09-03-94
Pedro Vicente de Almeida
Guarda-redes
14-01-94
Renato Pires Gomes
Médio
02-03-94
Ricardo Mendes da Costa (Ricardinho)
Médio
17-01-94
Rui Filipe Freitas Brandão
Defesa
07-06-94
Tiago Miguel da Silva Vilela Lima Pereira
Defesa
03-06-94
Vitali Dorochenco
Médio
12-12-94

Staff

Director Técnico - Luís Castro
Treinador - Vítor Pereira
Treinador Assistente - Romão Ribeiro / Nuno Pimentel
Treinador Guarda-Redes - Silvino Morais
Team Manager - José Semedo / António Machadinho
in site oficial do FCPORTO

Sub-15 - Plantel 07/08



Adérito Paulo Castro Pedrosa
Defesa
23-11-93
Agostinho José Gomes Coelho Tavares Carvalho
Defesa
06-01-93
André Ferreira Teixeira
Defesa
14-08-93
André Filipe Tavares Gomes
Médio
30-07-93
Angêlo Rafael Teixeira Alpoim Meneses
Defesa
03-07-93
António José Pinheiro de Carvalho (Tó Zé)
Médio
14-01-93
Carlos Alexandre Caseiro Marques
Avançado
22-01-93
Fábio Santos Martins
Médio
24-07-93
Gil Miguel Salgado Santos
Defesa
26-02-93
Igor Ferreira Rocha
Guarda-redes
04-03-93
Joaquim Manuel Welo Lupeta
Avançado
24-03-93
José Pedro Silva Pinto (ZÉ PEDRO)
Médio
24-09-93
Júlio Sérgio Manteigas Almeida Santos
Médio
21-02-93
Pedro Filipe Tavares Ribeiro
Avançado
20-03-93
Ricardo Fernandes Salgueiro Figueiredo
Médio
29-12-93
Ricardo Filipe Catarino Santos
Avançado
17-01-93
Ricardo Gil Neves Barros
Avançado
27-05-93
Ricardo Jorge Fernandes Pinto
Guarda-Redes
12-06-93
Rúben Fernando Pinto Teixeira
Defesa
20-07-93
Tiago Emanuel Canelas Ferreira
Defesa
10-07-93
Vasco André Carvalho Braga
Médio
08-09-93


Staff


Director Técnico - Luís Castro
Treinador - João Brandão
Treinadores Assistentes - Capucho / Tiago Costa
Treinador Guarda-Redes - Rui Teixeira
Team Manager - Paulo Salgado


in site oficial do FCPORTO

quarta-feira, setembro 05, 2007

Dois juniores equilibram grupo com treze baixas

HUGO SOUSA


Um terço dos jogadores que trabalharam ontem com Jesualdo Ferreira estava, há menos de um ano, nas camadas jovens. Já se tinha percebido que a formação ganhara espaço no plantel principal, ideia espelhada nas promoções definitivas de Ventura, Castro e Rui Pedro, mas acentuou-se agora, à primeira oportunidade: Ruca, guarda-redes que fez o estágio no início de época, e Tengarrinha, médio que no último fim-de-semana marcou um dos quatro golos da vitória dos juniores, foram chamados para compensar as muitas ausências que limitavam o trabalho de Jesualdo Ferreira, devendo permanecer integrados nos próximos dias. Reactivou-se, assim, a ponte que tem permitido um intercâmbio mais estreito com a formação, sobretudo nestas fases em que as convocatórias das selecções abrem vagas. Este é apenas mais um sinal de uma aposta firme, conforme se percebeu logo no arranque da temporada. Recorde-se que, na altura, o FC Porto apresentou Patrick Greveraars e Linders Pepijn, dois holandeses que passaram a ser responsáveis por parte significativa da metodologia aplicada nas camadas jovens.

in o Jogo

terça-feira, setembro 04, 2007

Selecção Nacional Sub-19



República da Irlanda 0 - 1 Portugal

No final da partida, o Seleccionador Nacional de Juniores, Agostinho Oliveira, mostrou-se agradado com o desempenho dos seus atletas. “Penso que fizemos um bom jogo, tendo em conta que nos encontramos em início de época desportiva, em que os atletas ainda não estão ao seu melhor nível. Defrontámos uma equipa de qualidade – com a qual perdemos, na temporada passada no escalão Sub-18 – muito generosa e voluntariosa, mas que mostrou uma agressividade excessiva”, começou por dizer ao Portal do Futebol.

“A Irlanda entrou muito forte na partida, criou algumas ocasiões de golo nos primeiros cinco minutos, mas acabámos por equilibrar o jogo e chegar, com todo o merecimento, à vantagem. Depois, gerimos o resultado e os meus atletas souberam mostrar uma atitude competitiv muito forte. Saímos deste encontro com boas indicações, mas é importante não esquecer que esta é uma equipa que ainda está a organizar-se”, concluiu.

Ficha do Jogo
Campo do Drogheda United FC, em Dublin.
Árbitro: Damien Hancock (Irlanda).

REPÚBLICA DA IRLANDA: Shane Redmond, Brendan Moloney, Mark O’Toole (Daniel Earl, 71’), Noel Haverty, Michael Spillane (cap.), Lorcan Fitzgerald, James Berrett (Shane Lowry, 45’), James McCarthy (Peter MacMahon, 71’), Karl Byrne (Alan Lynch, 45’), Donal McDermott e Ian Daly.
Treinador: Shane McCaffery.
Golos: Nada a assinalar.
Disciplina: cartão amarelo exibido a Brendan Moloney (78’)

PORTUGAL: Anthony Lopes, André Pinto, Carlos Pita, Ruben Lima, Valter Fernandes, Stélvio Cruz, André Carvalhas (Rui Rainho, 86’), Romeu Ribeiro (André Santos, 65’), Rabiola (Marco Matias, 45’), Adrien Silva (cap.) (Diogo Rosado, 45’) e Fábio Ferreira (Hugo Silva, 45’).
Treinador: Agostinho Oliveira
.
Golos: Carlos Pita (12’).
Disciplina: Cartão amarelo exibido a Stélvio Cruz (59’).
in site oficial da FPF

segunda-feira, setembro 03, 2007

O comentário de afs

Comentário ao FC Porto 4 – Penafiel 0
Vitória fácil e justa do FC Porto. A resistência do Penafiel durou meia hora, altura em que o seu melhor jogador (nº 8) se lesionou e foi substituído. O FC Porto voltou a jogar em 4x3x3 com nuances de 3x4x3 e 3x3x4 conforme as fases do processo de jogo.
Destaques positivos:
1) a pressão alta feita pelos homens da frente sempre que sem posse de bola;
2) rápida troca de bola entre os seus elementos (detesto quando vejo os passes com a bola a morrer);
3) dinâmica global da equipa;
4) nas bolas paradas criaram sempre muito perigo na baliza do adversário;
Destaques negativos:
1) pouca capacidade de explosão e de desequilíbrio dos alas;
2) algumas dificuldades na técnica de recepção e controle de bola e ao nível do passe que uma dinâmica destas exige.
Análise individual:
GR: Ruca – Seguro, concentrado e sujeito a pouco trabalho. A única coisa a apontar foi uma reposição precipitada de primeira com o pé esquerdo após atraso que podia ter colocado a bola nos pés de um adversário quando não estava enquadrado com a baliza. No resto esteve irrepreensível.
LD: Valter – muito seguro e concentrado a defender. A sua velocidade e capacidade de reacção não deu grandes hipóteses ao adversário. Deve melhorar a capacidade de passe.
DC: André Pinto – Boa leitura de jogo e já revela alguma experiência, não entrando à queima pois é o último homem, resolvendo os lances com limpeza. Não foi sujeito a grande trabalho. Criou muito perigo nas bolas paradas devido à sua estatura.
DC: Tengarrinha – Ocupa a posição mais importante neste esquema “holandês”. Sobe no terreno com facilidade criando superioridade númerica no miolo de terreno. Joga e faz jogar, tem boa capacidade técnica para a sua fisionomia, mas deve melhorar a sua capacidade de recepção de controlo de bola. Fez um golo de cabeça num lance de bola parada. Boa exibição mas menos influente que no último jogo.
DE: Carlos Santos – Defesa central adaptado à esquerda. Revelou alguma dificuldade em entrar no jogo, mas cumpriu a função com maior ou menor dificuldade.
MiD: André – Demorou muito a aparecer no jogo e quando o estava a fazer acabou por ser substituído. Parece-me uma das boas surpresas do plantel este ano.
MiE: Graça – Um dos melhores da equipa. Muita garra e entrega ao jogo. Muito forte no pressing. Raramente perdeu uma bola dividida na “raça”. Jogador com grande raio de acção, teve um ou outra desacerto no passe, mas cumpriu a sua função com distinção. Revela uma condição física muito apreciável.
MO: Joni – Jogou na posição 10 e o único defeito que se lhe pode apontar é a sua intermitência no jogo. De resto parece um jogador técnicamente evoluído e muito inteligente. Faz jogar a equipa, mas tem de ser mais influente e consistente nos processos da equipa.
AD: Marco – Esteve muito em jogo, mas nem sempre esclarecido. Conseguiu alguns desequilíbrios nas alas, fez um golo pleno de oportunidade e foi dele o cruzamento para o melhor golo do jogo. Após a saída do Joni passou a jogar na posição 10, e não se saiu mal, tentando algumas vezes o golo com remates de fora da área.
AE: Elisio – Menos em jogo que o Marco, mas esteve sempre muito mexido e laborioso. Também teve algumas dificuldades nos desequilíbrios mas conseguiu uma exibição com muita entrega ao jogo.
PL: Mohamed – Para mim o melhor em campo. Fez um grande golo de cabeça pleno de oportunidade. Foi dele a grande jogada em que passa por 3 adversários com técnica e força e assiste de bandeja para o golo do Joni já dentro da pequena área. Revelou algum desacerto nas triangulações com os colegas na primeira parte mas trabalhou muito em prol da equipa e criou sempre muito perigo nas bolas paradas. Revelou alguns bons pormenores.
MiD: Galeão – substituiu o André e revelou grande capacidade na construção de jogo. É um jogador cerebral com excelente técnica, mas não me parece que tenha o perfil para cobrir grandes espaços em termos defensivos como este esquema exige aos médios interiores. Penso que a posição 10 será mais adequada às suas características.
AD: Figueiredo – Substituiu o Joni e entrou para dar velocidade à ala direita. Conseguiu alguns desequilíbrios pelo seu flanco.
AE: Maringá – Entrou para o lugar do Elisio na ala esquerda e parece-me que não é um extremo de raíz, mas mais um lateral. È muito bom quando lançado em velocidade (carrilheiro), mas não é explosivo nem muito forte nos duelos individuais. Pareceu-me uma experiência do treinador. Não comprometeu.
MPV - Mohamed

O Comentário de afs

Comentário ao jogo FC Porto 6 – Naval 1
Este resultado parece indiciar que tudo foram rosas, o que não aconteceu. A Naval impôs muito respeito ao FCP no primeiro tempo e nos primeiros 10 minutos da 2ª parte. A Naval com muita organização, muita gente atrás da linha da bola e alguns ataques rápidos dificultaram imenso o trabalho da nossa equipa nos primeiros 40 minutos. Na segunda parte, e com os visitantes a acusarem algum cansaço a nossa equipa foi de longe muito superior ao adversário, e só consentiu a primeira intervenção do Rafa quase no fim do jogo. Com mais velocidade devido às entradas do Caetano e Serginho, e com o refrescamento do meio campo com a entrada do Dias a Naval acabou o jogo a passar um mau bocado.

Análise individual:

GR: RAFA – Seguro e concentrado. Revelou atenção em todo o jogo. Teve 1 grande defesa de elevado coeficiente de dificuldade. No golo foi traído pela mudança de trajectória da bola, quando esta embateu na barreira na marcação do livre directo.

LD: PAULINHO – Na 1ª parte esteve reservado em termos ofensivos e seguro em termos defensivos embora com pequenas distracções nas marcações. Subiu imenso de produção na 2ª parte. Muito rotativo, muito acutilante no apoio ao ataque, um lateral moderno, como eu gosto. Bom jogo. Boa condição fisica.

DC: ZÉ PEDRO – Não foi sujeito a intenso trabalho defensivo. Muito seguro e concentrado nas marcações e nos duelos individuais. Revela muita confiança com a bola nos pés. Foi o principal iniciador das jogadas ofensivas, com passes curtos e longos, quase sempre acertados. Exibição segura.

DC: RAMON – Jogou no local que eu penso deve ser o habitat natural adequado às suas características. Esteve seguro e concentrado. Não acusou qualquer inadaptação à nova posição.

LE: BRANCO – Fez um grande golo na marcação de um livre directo (bola no angulo superior esquerdo do GR). Esteve seguro em termos defensivos e bem no apoio ao ataque, se bem que nem sempre esclarecido na procura da linha final.

MD: SERGIO OLIVEIRA – Para mim, somente o melhor em campo. Posicionamento excelente, boa leitura de jogo, cultura táctica acima da média, grande personalidade e um pulmão que nunca mais acaba. Excelente jogo.

MiD: CARDOSO – Posição em que jogou na 1ª parte. Fez um golo numa boa arrancada individual e após tabelar com o Pipo, finaliza bem à entrada da área. A 1ª parte foi algo intermitente. Na 2ª parte a jogar a MiE, soltou-se e partiu para uma grande exibição, acelerando sempre o jogo com grande intencionalidade. Deve melhorar o timing de soltar a bola.

MiE: AMORIM – Gosto particularmente deste jogador. Tem muitos pormenores de classe. Na 1ª parte chamou a si as despesas do jogo e foi o grande impulsionador do futebol ofensivo. Na 2ª parte acusou o desgaste e desapareceu do jogo. Foi substituido pelo Dias. Fisicamente não parece no seu melhor. É o tipo de jogador do qual se espera sempre mais.

AD: DIOGO – Adaptado à ala direita, teve muita bola na primeira parte. Nem sempre esclarecido nos lances individuais foi muito importante nas movimentações colectivas. Sem deslumbrar manteve o bom nível exibicional na 2ª parte jogando a ala esquerdo (AE) até ser substituído pelo Serginho.

AE: CLARO – Teve menos bola que o Diogo. Sempre que chamado a intervir esteve rápido nas desmarcações embora nem sempre esclarecido. Foi o primeiro a sair para dar lugar ao Caetano.

PL: PIPO – Jogador que às vezes parece ausente no jogo, mas que num ápice aparece a facturar. Muito importante nas triangulações, esteve algo desapoiado na 1ª parte, pois não raras vezes a bola era metida na área e ele estava rodeado 3 ou 4 adversários. Em muitas jogadas faltou o apoio do ala contrário a flectir para zonas de finalização. Marcou 2 golos, o 1º pleno de oportunidade após um remate à barra do Caetano e o 2º num chapéu de belo efeito após uma recuperação de bola próximo da grande área. Foi suplente não utilizado no jogo dos juniores.

AD: CAETANO – Entrou para o lugar do Claro, mas posicionou-se no lado direito, embora mais tarde tenha trocado de flanco. É notável a capacidade que este miúdo tem para acelerar o jogo. A Equipa da Naval já estava a ficar com os “bafos” de fora, e a entrada do Caetano ( e mais tarde do Serginho) foi a “estocada” final. Fez um remate em jeito à barra e fez um golo numa das suas desmarcações rápidas. Este miúdo tem muita qualidade.

MiD: DIAS – Entrou para o lugar do Amorim, mas posicionou-se no lado contrário. Demorou um pouco a entrar no ritmo do jogo, mas demonstrou que tem uma palavra a dizer na luta pelo onze. Alia presença física, boa movimentação e bom toque de bola. Fez um golo num remate seco e falhou um outro de cabeça.

AE: SERGINHO – entrou para o lugar do Diogo. Jogou pouco mais que 10 minutos, mas ainda teve tempo para ensaiar as suas habituais arrancadas em velocidade, perante uma defensiva adversária completamente “rebentada”.
MVP: Sérgio Oliveira
Esta equipa tem um conjunto muito vasto de soluções. Não sei o que o futuro dirá, mas que tem muita qualidade é um facto incontornável.